120 mil NOVAS famílias começam a receber o Bolsa Família; confira se você está entre elas.

O programa de Assistência Financeira para Famílias de Baixa Renda no Brasil, conhecido como Bolsa Família, tem como objetivo fornecer pagamentos mensais aos beneficiários. Recentemente, o Governo Federal anunciou a inclusão de mais 120 mil famílias dentre os beneficiários do programa.

Atualmente, o Bolsa Família atende aproximadamente 20,88 milhões de famílias, proporcionando um pagamento mínimo de R$ 600, que pode ser aumentado por meio da liberação de benefícios extras. Esses pagamentos adicionais são depositados nas contas do Caixa Tem em conjunto com o benefício principal.

Para ingressar no programa e ter acesso aos benefícios, é imprescindível que a família se inscreva no Cadastro Único (CadÚnico). O processo de inscrição deve ser realizado pessoalmente em uma unidade do Centro de Referência de Assistência Social (CRAS).

A verificação da elegibilidade para receber o benefício pode ser feita através do aplicativo do Bolsa Família, disponível neste link. No aplicativo, é possível acompanhar o status da inscrição e os detalhes do benefício.

Lista de programas extras do Bolsa Família:

– Benefício de Renda de Cidadania: acrescenta R$ 142 por membro da família;
– Benefício Complementar: complementa o pagamento para famílias cuja soma dos benefícios seja inferior a R$ 600;
– Benefício Primeira Infância: concede R$ 150 mensais para cada criança de zero a sete anos;
– Benefício Variável Familiar: fornece uma parcela extra mensal de R$ 50 para gestantes e jovens de 7 a 18 anos;
– Benefício Variável Familiar Nutriz: oferece um extra de R$ 50 para cada integrante com até sete meses de idade;
– Benefício Extraordinário de Transição: válido até maio de 2025, garantindo que nenhum beneficiário receba menos do que o Auxílio Brasil;
– Vale Gás: libera, a cada dois meses, o valor correspondente a um botijão de gás de 13 kg.