Alterações no CadÚnico: Benefícios podem ser retirados de famílias com apenas uma pessoa.

O Cadastro Único: Informações Importantes sobre Programas Sociais

O Cadastro Único, responsável por coletar dados sobre os programas sociais do Governo Federal, está disponível para famílias em todo o Brasil. Ao se registrar, as famílias podem ter acesso a diversos benefícios, como o Bolsa Família e o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

No entanto, desde o início do ano, o Governo Federal tem realizado uma revisão minuciosa das inscrições no Cadastro Único.

Um foco especial tem sido dado às famílias unipessoais, compostas por apenas um membro. O objetivo do pente fino é identificar possíveis irregularidades nos registros.

Veja como é feita a revisão do Cadastro Único:

  • A revisão dos dados cadastrais das famílias é realizada;
  • O Governo Federal utiliza o cruzamento de informações;
  • A colaboração com a Receita Federal é fundamental para fiscalizar os rendimentos dos cidadãos;
  • A verificação da renda do cidadão é um dos pontos principais durante a análise;
  • Para ter direito aos benefícios federais, a renda deve ser de, no máximo, R$ 353;
  • As visitas domiciliares são outra forma de fiscalização;
  • No caso das famílias unipessoais, é checado se o beneficiário realmente vive sozinho;
  • Se outras pessoas residem no mesmo local, é necessário incluí-las no cadastro;
  • A renda do membro adicional também deve ser informada;
  • Caso a soma das rendas ultrapasse o limite estabelecido pelo Cadastro Único, a família pode ser removida do cadastro.